terça-feira, 28 de junho de 2016

Silo Cultural e Sesc promovem programação caiçara na Flip 2016


Encontro de saberes com mestres, direito das comunidades tradicionais caiçara, shows e exposição fazem parte da programação

Compondo parte da programação da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip 2016), o Sesc e o Instituto Silo Cultural apresentam o “IV Encontro da Rede Caiçara de Cultura de Paraty” que será realizado na sede do Instituto Silo Cultural, no centro histórico em Paraty entre os dias 30 a 2 de julho.

A abertura da programação cultural do IV Encontro será realizada na quinta-feira, dia 30, às 20h com o mestre Amélio e seu grupo que tocam a ciranda caiçara. No mesmo dia, acontece a abertura da exposição “Memória” que ficará aberta a visitação até o dia 2 de julho. 


Na sexta-feira, dia 1º de julho a, também com início às 20h, será realizado um show especial de Luís Perequê acompanhado de PC Castilho, compositor e maestro de Angra dos Reis e Julinho Mendes, compositor de Ubatuba. Haverá a participação especial de Carlinhos Antunes, compositor e multi instrumentista, historiador e pesquisador de cultura tradicional brasileira.

Às 10h da manhã do sábado, dia 2 de julho, acontecerá a mesa “Cultura e Território”. Para conversar, discutir e trocar, a roda que terá como mediador Alexandre Pimentel convida militantes que representam comunidades tradicionais de diversas regiões do país: Luís Perequê, Bruno Tavares, Dauro Marcos do Prado, Antônio Carlos Diegues e Ronaldo dos Santos. 

O lançamento do livro “Direito das Comunidades Tradicionais Caiçaras” acontecerá no dia 2 de Julho, às 18h30. A Mesa Zé Kleber, que é parte da programação oficial da FLIP acontecerá na Casa da Cultura. A obra é composta por artigos de legisladores que trabalham com direito socioambiental nestas comunidades e foi escrita com o intuito de facilitar a compreensão de artigos e direitos do povo caiçara por meio de um texto acessível. Na ocasião estarão presentes também o autor Paulo Stanich  e a Procuradora Geral da República, Maria Lúcia Grabner Após a mesa os autores farão uma sessão de autógrafos no Silo Cultural.

Encerrando a noite do sábado, às 20h no mesmo local, haverá um Encontro de Grupos tradicionais que contará com a presença do grupos :  Manema de Iguape (SP), o mestre Zé Pereira do Ariri em Cananéia (SP), Fandango Caiçara de Ubatuba (SP) e Os Caiçaras, grupo de Paraty (RJ), junto ao mestre Leônidas Passos. Todos irão se apresentar separadamente e em seguida se juntarão para uma grande tocada.

Programação completa

 30 de junho – quinta-feira
19h30- Abertura da exposição “Memória”
20h – Show com Seu Amélio (ciranda caiçara)

1º de julho – sexta-feira
20h - Show especial de Luís Perequê com participações especiais de PC Castilho, Julinho Mendes e Carlinhos Antunes - a retirada de ingressos pode ser feita no local, com uma hora de antecedência.

2 de julho - sábado
10h – Mesa: Cultura e Território - Luis Perequê, Antonio Carlos Diegues, Alexandre Pimentel, Ronaldo Santos e Dauro Marcos do Prado
".
18h30 – Mesa Flip – Lançamento do livro “Direito das Comunidades Tradicionais Caiçaras”, com Antonio Carlos Digues (Nupab/USP), Maria Luiz Grabner (Procuradora Geral da República), Paulo Stanich Neto (advogado e jornalista) 

20h – Encontro dos grupos tradicionais e sessão de autógrafos
  • Manema de Iguape (SP)
  • Mestre Zé Pereira do Ariri em Cananéia (SP)
  • Fandango Caiçara de Ubatuba (SP)
  
*Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público


Nenhum comentário: